Um Leproso: Adorador por Excelência!

Publicado: 17/11/2016 por tvieira21 em Vida Devocional

O leproso traz um grande exemplo. Preste Atenção!

“E, eis que veio um leproso, “E O ADOROU”, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo.” (Mateus 8:2)

O leproso tinha uma necessidade, ele precisa de uma cura, uma benção especial do Senhor. Porém, antes de falar a sua necessidade, o leproso se rendeu ao Senhor, se colocou aos pés de Jesus e o adorou. Ele não exige, ele apenas adora ao Senhor e faz um simples pedido.

Olha que coisa linda: antes de pedir a benção, ele prestou reverência em entrega e adoração ao Rei dos reis. Jesus contemplou os seus joelhos dobrados e o seu coração em adoração. E tão logo, o leproso foi curado. E assim, a sua adoração o trouxe vida.

el-senor-cura-un-leproso

Qual é a sua prioridade? Diante de Jesus, a prioridade do leproso não foi expor a sua dor, mas a sua prioridade foi adorar ao Senhor. Naquele momento ele deixou de ser “um leproso”, a sua identidade revelada foi “adorador por excelência”. Adoração traz cura e purificação. Antes de pedir a sua provisão, reconheça o poder divino em adoração.

Saiba, antes atender qualquer necessidade, a urgência do Senhor é ser adorado. Siga o exemplo do leproso, se renda ao Espírito Santo e diariamente se entregue em adoração ao Senhor. A adoração do leproso encheu de alegria o coração de Jesus. A cura foi reflexo da alegria do Senhor diante da adoração. Jesus se alegra e responde a sua adoração.

2012-ieadblu-tempo-de-adorar-ao-senhor-wide

O leproso me ensina, aliás, nos ensina como ser um adorador por excelência: a vida em rendição, a vida aos pés de Jesus, a vida em adoração ao mestre. Uma vida de entrega: o primeiro passo diante do Senhor é sempre a adoração. Adoração dever ser prioridade.

Adoração é sinal de gratidão e confiança em Deus. Jesus sabe o que você precisa, apenas o adore. O Rei aguarda a sua adoração. Portanto, independente do momento, se deleite diante da presença do Senhor e sinta o amor D’Ele tal como sentiu o leproso.

 

Até a próxima!

Att,

Theo Vieira

 

 

Anúncios

A CAVERNA NÃO É O TEU LUGAR

Publicado: 20/10/2016 por tvieira21 em Vida Devocional

elias-na-caverna-de-horebe

“Elias, que fazes aqui?” O lugar do profeta Elias não era dentro da caverna. Elias confrontou Acabe e foi ameaçado de morte por Jezabel. Elias estava se sentido acuado, ameaçado, angustiado. E assim, imediatamente o profeta fugiu.

E chegando ao monte Horebe, ao invés de ir ao cume buscar a presença de Deus, o profeta entrou na caverna. O que significou? Elias havia esquecido o poder do seu Deus, havia esquecido quem ele era, esqueceu o tamanho da sua missão. O profeta estava em crise.

Elias passou por um vento, por um terremoto, por um fogo, os quais não vieram do Senhor. Porém, a voz do Senhor o tirou da caverna. Ele voltou ao deserto, cumpriu a sua missão: ungiu um rei, ungiu um profeta. Agora sim, o profeta estava na rota certa.

caverna

Mesmo diante de qualquer risco, medo, ameaça, ferida, desespero, dificuldade, o teu lugar não é na caverna. Qual é a sua caverna??! Saia da caverna! Caverna é sinal de morte, monte é sinal da presença de Deus, e deserto é sinal de preparo. Tenha certeza, Deus te escolheu.

O lugar do servo de Deus não é na caverna. Independente da situação, o servo deve buscar o poder, a presença e o direcionamento do Senhor. Confie no Senhor, Ele vai te proteger. Não é mais tempo de ficar na caverna, é preciso cumprir a missão.

Saiba, na caverna você pode até receber a proteção do Senhor, mas é no deserto que você recebe o preparo e a unção do Senhor. A CAVERNA NÃO É O TEU LUGAR!

Leia 1 Reis 19:8-16 #aprendendocomElias #ficaligado

 

Att,

Theo Vieira.

Café com a Trindade

Publicado: 09/05/2016 por tvieira21 em Vida Devocional

trindade 5

Que tal tomar um café e um bate papo com Deus, Jesus e o Espírito Santo??! Você não gosta de café??! Não tem problema, pode ser um almoço, um jantar, um lanche da tarde ou até mesmo um lanche na madrugada. Apenas separe um tempo e esteja com os Três. Será importante!

Hoje quero te fazer algumas perguntas: Como vai a sua vida devocional? Você consegue fazer a leitura da Palavra? Você tem momentos de oração e adoração? Você se relaciona com o Pai? Qual é a sua dificuldade em manter uma vida diária de intimidade com Deus?

trindade 3

Quero te mostrar a importância da vida devocional. Espero que o texto incendeie o seu coração.  “Então, Theo! Qual é a importância de ter um tempo de qualidade com Deus? O que a minha intimidade com Deus pode gerar? Quais os benefícios do café com a Trindade?” Vamos lá…

  • Renovação da mente (Rm12:2): a vida devocional gera transformação, renovar é um processo diário, a metanóia (mudança de mente) acontece a partir do seu relacionamento com Deus. A intimidade com Deus gera a expansão da mente, a troca de ideia, a troca de cultura, te torna  cada mais nova criatura em Cristo, você recebe cura e libertação do passado, do medo, da ansiedade, da culpa. A vida com Deus é vida de constante mudança, Deus nos torna uma metamorfose ambulante e indica os próximos passos. A renovação esvazia a mente e nos leva ouvir a voz de Deus.
  • Vida abundante em Cristo (João 10:10): Talvez você esteja cansado, desanimado, perdeu a alegria, perdeu a esperança, até mesmo caiu no ativismo sem perceber. Parece que está andando em círculo né?! Parou de avançar na caminhada né?! Jesus sempre carregou paz, alegria, esperança e muita vida, vida gerada a partir do seu relacionamento com o Pai. A vida devocional te leva a imitar Jesus e te faz viver a tal vida em abundância. A intimidade com Deus faz total diferença e gera vida.
  • Maturidade (Sl 1:3): Você pode aceitar Jesus, ser curado ou despertado em algum retiro, congresso, conferência, mas eventos não geram equilíbrio, estabilidade, maturidade. A maturidade espiritual acontece a partir da leitura diária da palavra e vida de oração. Não podemos ser dependentes de eventos, a nossa raiz deve ser a vida de intimidade com Deus. Pode vir até mesmo a tempestade, continuaremos fincados no Senhor. A intimidade com Deus nos faz  uma árvore de raiz forte, uma pessoa com maturidade (vigor, estabilidade e produtividade).
  • Capacitação para o cumprimento do chamado (Josué 1:8): Josué era um general, um grande líder militar, mas a meditação na lei de Moisés o tornou um grande líder espiritual. É a Palavra que nos capacita, Josué foi um líder exemplar, teve uma liderança bem sucedida. Quer cumprir o seu chamado??! Medite na Bíblia. O que você dará ao povo??! Busque se encher e seja direcionado por Ele. Hoje temos 66 livros, faça bom proveito!

trindade 4

Não renuncie o seu tempo de oração, não renuncie o seu tempo de leitura da Palavra. Somos a geração mais atarefada que já existiu na face da terra, muitas são as tarefas diárias. É necessário disciplina, as práticas espirituais (Bíblia, oração, adoração e jejum) te fortalecem e te levam ao prazer de encontrar o Pai. Ele vai te perdoar, Ele vai acalmar o seu coração. Apenas aquiete a sua alma, sinta o abraço do Pai e ouça a voz D’Ele.

E agora, já está com fome??! Jesus é o Pão que desceu do céu. O cansaço, o desânimo, pode ter certeza, são sinais de fome. Não passe necessidade, saboreie diariamente o Pão da vida. Organize a sua vida, o Pai te aguarda na sala. O véu de rasgou, você tem livre acesso. É revigorante conversar com Ele.

Que você se desespere por Ele, tenha fome e sede, tenha prazer na oração, prazer na leitura diária, e assim você descubra mais de Deus, quem você é e tudo que Ele quer de você. Que você aproveite diariamente um bom café e sinta todos os dias a presença da Trindade. Concluindo, a vida devocional te conduz em direção aos propósitos divinos.

trindade 2

“Ó Deus, tu és o meu Deus, de madrugada te buscarei; a minha alma tem sede de ti; a minha carne te deseja muito em uma terra seca e cansada, onde não há água;Para ver a tua força e a tua glória, como te vi no santuário.” (Sl 63:1,2)

Indicação de leitura: “Celebração da disciplina – crescimento espiritual” (Richard Foster)

 

Que Deus renove as suas forças!!

Até a próxima,

Theo Vieira.

 

 

Urgente!!! Muito urgente!!!! Quem trancou a porta da igreja??! Quem proibiu a igreja de cumprir o ide?? Por que não ansiamos mais pelo evangelismo ou visitas? Por que o nosso relacionamento com Deus não tem refletido no próximo? Será que eu estou vivendo o evangelho de Jesus? A única coisa que eu sei falar é “Deus te abençoe” e mais nada.

Eu me nego a fazer parte da “geração Deus te abençoe”. O apenas “Deus te abençoe” não basta mais. Aliás, nunca bastou, as pessoas precisam de amor, esperança, cuidado, as pessoas clamam por socorro. Precisamos imitar Jesus. Seja um cristão, um “pequeno Cristo” e faça a diferença.

amar ao próximo 2

Jesus não falava apenas “Deus te abençoe”, Ele fazia algo. Basta uma oração, uma conversa, uma palavra de ânimo, uma doação, uma ajuda, uma visita, um abraço. E aí sim, no final eu posso dizer:”Deus te abençoe”. Entendeu?! É através de você que Deus vai abençoar aquela pessoa. Deus conta conosco!

“Há tanta gente me esperando, estão carentes do Teu Amor” (Kleber Lucas)

Você está cheio de Deus?! Que tal transbordar o amor do Pai?! A marca de Cristo (o cara mais cheio de Deus que já habitou na terra) era o seu relacionamento com o povo. A igreja precisa se relacionar com a sociedade. É tempo de caminhar em direção ao outro. Vamos juntos até os perdidos e necessitados. Partiu???!!! Chega de ficar adormecido na luz!!!

amar ao próximo 3             amar ao proximo 1

Quero te fazer um convite: largar a “geração Deus te abençoe” e fazer parte da “geração eleita”. Que tal??! Uma geração que leva a presença de Deus ao próximo. Uma geração que vive em santidade e abençoa o outro. Uma geração de servos, que sabe que Jesus é o Senhor da sua vida. Uma geração que busca ser parecida com Jesus e quer iluminar outras vidas através do amor. Que tal? Vamos juntos?! Seja luz!

 

seja luz

 Mas vòs sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;” (1 Pedro 2:9)

 

Até a próxima,

Theo Vieira.

 

 

GERAÇÃO DE JOSUÉ

Publicado: 06/04/2016 por tvieira21 em Chamado, Vida Devocional

Josué descobre o falecimento de Moisés. E agora, como seria??! Alguém teria que continuar a missão de levar o povo até a terra prometida. Em meio aquele caos, quem seria levantado por Deus??!

O Senhor já havia declarado, chegou a hora de Josué. Agora imagina o coração de Josué: em luto, solidão, sofrimento, dor, sem saber o que fazer, olhando aquele o povo em desespero.

O Senhor começa falar com Josué. E como em meio à confusão da sua mente e a dor que havia no seu coração, ele consegue ouvir a voz de Deus? O céu desceu sobre a vida de Josué! E o que acontece quando o céu desce? O Espírito Santo eleva o nosso espírito até as regiões celestiais, recebemos o refrigério divino, ouvimos a voz de Deus e temos os dons aguçados.

josué

Josué não foi forte e corajoso, o Senhor o tornou forte e corajoso. E assim, Josué descobriu que a voz de Deus é maior que a dor. Josué descobriu que Deus queria cumprir a promessa. Josué descobriu a fidelidade de Deus.

Josué era um grande líder militar, mas não era suficiente, foi a Palavra de Deus que o fez ser um grande líder espiritual. Josué era como aquela árvore plantada junto a ribeiros de águas (Sl 1:3), cheio de vitaliciedade, estabilidade e produtividade. Josué tinha raiz, a mesma raiz de Moisés, a Palavra o fez ser bem sucedido na sua missão.

Josué era medroso. Como agir diante do medo??! Josué descobriu: Deus era com ele. Josué se sentia sozinho, despreparado, havia perdido o seu pai espiritual (seu referencial), mas isso fez Josué descobrir o cuidado de Deus. Todo tempo Deus cuidou de Moisés, e não seria diferente com Josué.

Josué aceitou a missão, disse sim ao chamado. O povo estava à margem oriental do rio Jordão sem qualquer esperança, e de repente Josué se levanta no meio do povo e avisa para o povo se preparar, ele iria liderar o povo e atravessar o rio Jordão.

josué 2

Imagina o povo ao olhar Josué, admirando o tamanho da coragem daquele homem em meio ao luto, em meio ao caos, em meio aquela confusão. O povo sabia que Josué era auxiliar de Moisés, o povo sabia da dor em seu coração. O sim de Josué motivou o povo. Josué trouxe esperança, Josué inspirou o povo.

Josué não brincava em serviço, Josué sabia a vontade de Deus naquele tempo. Josué pede santidade ao povo, ele sentiu que o Senhor queria fazer grandes coisas. Ao pedir santidade, Josué naturalmente acaba com a dispersão do povo, ele demonstrou saber a importância da arca da aliança e da vida em santidade. A missão só seria possível com a ajuda do Senhor, a presença de Deus o fortaleceu e trouxe direção ao povo.

Josué 3

Josué teve muitos desafios, mas se sentiu um privilegiado pelo Senhor. Josué conduziu o povo até Canaã. E você, aceita o convite??! Quer fazer parte da Geração de Josué??! As pessoas precisam, Deus conta com você! Deus está te chamando??! Deus te livre de toda dor, medo, culpa, confusão, ansiedade! Assim como as muralhas de Jericó caíram, cairão as muralhas da sua vida! Qual é a sua missão??! Chegou a sua hora, abençoe o Reino de Deus com a sua vida! Deus te faça forte e corajoso! Deus é contigo! (Leia Josué 1:1-9)

Josué 4

 

Deus os abençoe!!!

Att,

Theo Vieira.

Fala My Friends! Como vocês estão? Quanto tempo!

Conversando com alguns amigos, pastores, psicólogos e liderados observei a importância da paternidade e o quanto a falta dela traz danos para os filhos, pensando nisso e nas histórias que ouvi, decidi escrever essa carta juntando algumas histórias que ouvi de filhos e filhas que sofreram com a ausência do pai. Essa carta expressa um pouco para os pais, como os filhos se sentem.

“Olá pai! Tudo bem? Sou eu sua filha

Talvez você nunca receba essa carta, mas gostaria de escrever essas palavras porque descobri que isso me faz bem. Lembro do dia que você foi embora, eu tinha 6 anos, eu acordei assustada, você estava com 2 malas, te perguntei aonde você iria, você falou que precisava ir embora, eu fui trocar minha roupa para ir com você, mas você disse que não poderia me levar e que outro dia você voltaria para me buscar.

escrevendo-carta-1024x692

No começo não entendi muito bem o fato de você morar em outro lugar e ver a mamãe sempre dormindo sozinha e muitas vezes eu dormindo com ela na cama, você me levava para passear no começo e apesar de ser diferente, eu gostava, adorava ficar com você. Só que de repente tudo mudou, ficava ansiosa para chegar o final de semana para te encontrar, mas recebi a notícia que você não viria naquele fim de semana, isso se repetiu por muitas vezes, nossos encontros que eram semanais se tornaram mensais e depois te via pouquíssimas vezes, comecei a perguntar a mim mesma se havia feito algo de errado, minha mãe tentava me consolar, via ela se esforçando para me explicar porque você não vinha mais aos meus aniversários. O tempo passou e você formou uma nova família, minha irmãzinha nasceu e o que estava ruim só piorava, via minha mãe chorando e brigando com você para que eu pudesse ter uma escola de qualidade, mas você fazia questão de cada centavo, tentava entender o porquê e não conseguia. Você fazia viagens com sua nova família, europa, Disney e eu nunca era convidada. Como isso me machucava pai, eu já tinha 11 anos, perguntava a mamãe o porquê de você não me amar mais, mas mamãe sempre tentava não me colocar contra você e dizia que você estava trabalhando, eu nunca mais fui a sua casa depois que você casou de novo e as brigas pelo dinheiro continuavam. Agora só te via nas datas comemorativas. No natal, ganhava um presente da sua esposa e quando nos encontrávamos você sempre fazia questão de falar mal da mamãe e falar que sempre você estava sem dinheiro, eu era uma criança pai, não queria saber de dinheiro, eu queria era ficar com você, voltar a ser sua princesinha, mas nunca mais aconteceu. Cheguei ao ensino médio e vi todas as minhas amigas comemorando seus quinze anos e achei que comigo não seria diferente, mas infelizmente novamente você não deu muita importância, afinal você estava apertado novamente financeiramente, minha mãe fez o máximo que podia para me dar uma festa e deu, acho que depois disso algo mudou dentro de mim, fiquei revoltada e falei que nunca mais precisaria de você de novo e que conseguiria viver sem você, não me importava mais se você não ligasse ou falasse comigo. Fiz muitas coisas, me entreguei a alguns garotos na esperança de que pudesse encontrar alguém que pudesse cuidar de mim, mas novamente não deu certo, fui ficando dura, percebi que estava totalmente bloqueada para receber qualquer tipo de afeto.

divorcio-qual-a-melhor-maneira-de-contar-para-os-filhos

Quando completei 17 anos minha vida mudou, tive um encontro com Jesus e me tornei uma nova pessoa, mas a mágoa que trazia de você continuava, então um dia conversando com o pastor, não aguentei e chorei, acho que urrei de dor, não conseguia guardar toda essa tristeza e dor dentro de mim e o pastor falou exatamente o que não queria ouvir, ele disse que eu precisava te perdoar e colocar essa dor para fora, parece que vi minha vida desde os 6 anos passar diante de mim, lembrei-me das cartinhas que fiz para você e que você nunca disse nada, dos abraços que nunca recebi de você, as vezes que você mentiu dizendo que estava trabalhando, mas eu descobria que na verdade você estava viajando com sua nova família, o “eu te amo” que nunca mais ouvi de você, as visitas a sua casa que nunca fiz, porque você nunca me chamou, das brigas por causa de dinheiro, dos aniversários que você não foi, do meu tamanho de roupa que você sempre escolhia errado porque afinal você não me conhecia de verdade. Não conseguia parar de chorar, tentava, mas não conseguia, ele orou comigo e me disse que eu precisava falar com você, questionei que era você que tinha que vir falar comigo, mas então o pastor me fez lembrar do que Jesus fez por mim, me mostrou o seu perdão e decidi tentar. Admito que só consegui fazer isso depois de 6 meses, mas consegui, apesar de muitas vezes não conseguir falar direito por conta do meu choro, eu falei, desabafei, vi você também emocionado, mas sempre se defendendo falando que você também havia sofrido com o divórcio, que foi muito difícil para você, que eu tinha que pensar no seu lado, falou também que parei de te procurar, mas pai eu estava ferida, com raiva, tinha ciúme de você, eu fui deixada de lado, admito que fiquei decepcionada. Como pensar no seu lado? – Pai eu era uma criança, os adultos eram você e mamãe, EU ERA UMA CRIANÇA! Mas não adiantava você não cedeu, pedi perdão pelo ódio e raiva que guardei e vi você também meio sem jeito pedindo perdão, apesar de tudo me senti mais leve e em paz, sabia que essa era a vontade de Deus, por um tempo até pensei que seria diferente, mas não mudou muito da sua parte, mas eu sim, descobri em Deus um Pai perfeito, um Pai que não me abandonaria, que sempre me veria como uma princesa.

divorcio2

Para fazer faculdade novamente tive dificuldade e vi minha mãe ter que entrar na justiça para você continuar a me dar pensão, tentei outras conversas, mas nada mudou, o tempo passou eu me casei, você me levou ao altar e como isso me fez feliz, mas mesmo tão perto você parecia distante. Deus me deu um homem maravilhoso, mas trazia muitos traumas, tive medo de casar e quando casei percebi que comecei a exigir do meu marido algo que ele não podia me dar, ele não era meu pai, como ele foi paciente comigo e vi Deus o usando para curar as feridas que trazia comigo, ele me elogiava, abraçava, me amava e apesar de perceber que as vezes minhas feridas me atrapalham sei que o Senhor tem me tratado.

Como disse no começo não tenho a pretensão que você leia essa carta, mas quero aproveitar e falar a todos os pais que estão lendo: – Amem seus filhos!!!

old-letter-1280x1024

Quando você trai a sua esposa, você não está traindo só a ela, você está destruindo a vida dos seus filhos, o divórcio tem arruinado milhares de vidas. Pais, seus filhos são crianças, então os tratem como crianças, eles são os que mais sofrem na separação, se quiserem casar de novo tudo bem, mas lembrem-se que vocês têm alguém que é de sua responsabilidade e que não precisa só de dinheiro, mas afeto, amor e cuidado. Pais, os filhos são frutos do meio em que vivem, se eles são difíceis, desobedientes, mimados, etc. Vocês têm uma parcela de responsabilidade nisso, e, filhos eu deixo um conselho para vocês: se seu pai tem uma dívida com você, você terá duas opções: ou você cobra ou você perdoa. Perdoe!!! Eu posso te garantir que não há nada mais difícil, mas também não há nada melhor do que perdoar essa dívida e se sentir livre. Deus abençoe a todos que estão lendo essa carta.”

Quero deixar uma musica do Ao Cubo que descreve muito bem a realidade de quem cresce sem um pai.

Até a próxima my friends!

Rubem Cruz Jr.

FABÍOLA, BRINCADEIRAS E DEUS

Publicado: 29/12/2015 por Rubem Cruz em Amor, Família
Tags:, ,

Olá My Friends! Quanto tempo que não escrevo no blog, queria postar um texto que escrevi na minha pagina do face e que muita gente compartilhou, então queria dividir esse texto com vocês também galera. Grande abraço!

Um novo meme surgiu na net, o caso da esposa que é pega com o amante no motel pelo marido, o video se tornou viral, pessoas comentando, compartilhando, fazendo piada, enfim, como tudo de ruim que faz sucesso esse video não foi diferente e se tornou um sucesso. Soube do ocorrido por um grupo do whats do qual fazia parte, quando vi o vídeo admito que fiquei muito triste, mas não imaginava que esse vídeo tomaria tamanha proporção.

divorcio2

Quero a partir disso fazer algumas considerações:
Não estou aqui para falar do vídeo em si, claro que o que essa mulher fez é errado, mas não estou aqui para julga-la, existe um Justo juiz que fará isso e infelizmente creio que ela sofrerá com a sua própria escolha. O que quero comentar é sobre o quanto nos tornamos ordinários e terríveis em nossas brincadeiras, quem me conhece sabe o quanto sou brincalhão, mas perdemos a noção, brincamos com algo sério demais para Deus que é a família.

divorcio-qual-a-melhor-maneira-de-contar-para-os-filhos

Enquanto estamos fazendo meme, tem duas crianças que estão no meio disso tudo, crianças que nunca mais terão suas vidas como antes, crianças que serão lembradas para sempre pela escolha dos seus pais, crianças que como milhares no Brasil passarão pela dor do divorcio, da separação, do término de uma família, crianças que não terão mais a oportunidade de ter um crescimento pleno. Com o pouco tempo que trabalho com criança descobri que não há nada pior para uma criança do que o divórcio, o maior medo das crianças é que seus pais se separem, a separação dos pais é pior para uma criança do que a morte de um dos pais. Mas o que importa isso? O que queremos mesmo é brincar, fazer meme e piada. Ouvi alguns falando: – Rubem é só brincadeira. Não é não!!! Onde há sofrimento de alguém não tem como haver brincadeira. O mais triste foi ver cristãos participando desse tipo de brincadeira, mas como Jesus disse: a boca fala do que o coração está cheio, poderíamos dizer então que o dedo também tecla do que o coração está cheio. Concluindo, quero dizer que sempre quando você for brincar sobre algo que todos estão brincando veja se isso é motivo de piada mesmo, pq talvez em meio a sua brincadeira você pode estar agredindo o coração do próprio Deus. Veja se você não está rindo de algo que faz Deus chorar. Minha oração é para que eu e você possamos achar equilíbrio e que como filhos possamos sempre alegrar o coração do Pai e não entristecê-lo. Deus nos Abençoe!

Rubem Cruz Jr.