O ESPETÁCULO DA VIDA

Publicado: 20/02/2013 por Rubem Cruz em Amor

A vida parece um labirinto sem saída
Um pesadelo sem a possibilidade de acordar
Passos em vão ao encontrar o chão da solidão
É a areia movediça da indiferença.

É, pra que culpar a vida?
É culpa dos muros altos, culpa da cerca elétrica
Ao querer tocar a vida, o alarme dispara…
O portão não abre, novamente o coração diz não.

Será que já estou na UTI? Não sei…
Ufa! Ainda consigo suspirar
E o grito da alma todos ouvem
Salve-me, antes que faleça.

De repente algo reluz,
Os holofotes, os microfones
Tantas coisas, tantas pessoas
É hora de começar o espetáculo.

É Deus que vem anunciar o antídoto
Eis que ELE vem trazendo cura e poesia…
Poesia do amor, tão logo salta o meu coração
Sim…diga ao povo que há salvação.

Vejo que já amanheceu
Sim, agora há Luz no caminho
Que alegria ao acordar
Já posso voltar a sonhar.

Não sigo mais os passos da dor
Minha alma quase a flutuar
Passadas largas e firmes eu vou…
Que ardor, agora sigo as pegadas do AMOR.

Theo Vieira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s