NABUCODONOSOR.. SÓ QUE SIM!

Publicado: 25/02/2014 por bren0azevedo em Vida Devocional
Tags:

Bom, estamos de volta! Por enquanto ainda não apresentamos nossas novidades, mas em breve vocês poderão vê-las. Agradeço ao Rubinho pela oportunidade – ele que é o administrador do blog e já está cheio de ideias novas na cabeça – mais uma vez me confia a chance de está aqui escrevendo e compartilhando um pouco de tudo que penso com vocês. Escreverei sempre as terças. Então fiquem ligados!

Confesso que ainda não tenho um tema específico para discutirmos aqui, mas essa semana quero compartilhar algo que tenho lido e me tem feito refletir bastante. Desde janeiro tenho meditado em Jeremias. E em meio a tantas profecias, sofrimentos, desobediência e revelações notei uma coisa interessante.

Resumindo bastante, a história de Jeremias se define em profetizar, profetizar, profetizar e o povo desobedecer, desobedecer, desobedecer. Ele é o famoso chato que estraga e acaba com a graça das coisas. Vale a pena estudar o livro de Jeremias. Nele vemos a realidade do evangelho, sem máscaras e estrelismos. A vontade de Deus nua e crua. Ou obedecemos ou arcamos com a consequência da desobediência.

Quando lemos isso logo criamos a imagem do Deus durão, cheio de estereótipos e bastante severo. Quando na verdade, tudo que Deus revelou a Jeremias era visando o bem do povo. No reinado de Zedequias, a Babilônia, chefiada por Nabucodonosor, tomou Jerusalém. A tão famosa e querida Jerusalém agora estava sem seus muros, desamparada. Tudo isso porque o rei e o povo não atentaram para a voz do profeta e desobedeceram as ordens de Deus. Mas o que me chamou a atenção mesmo foi a ordem de Nabucodonosor em relação a Jeremias.

“Mas Nabucodonosor, rei da Babilônia, deu ordens a respeito de Jeremias a Nebuzaradã: ‘Vá buscá-lo e cuide bem dele; não o maltrate, mas faça o que ele pedir’.” (Jeremias 39. 11-12)

Por essas e outras que desisti de colocar Deus numa caixinha e moldá-lo segundo o que eu acho correto ou moralmente certo. Vejam o que Deus fez: usou Nabucodonosor para abençoar. Não é engraçado? Quantas vezes olhamos para alguém e tiramos nossas próprias conclusões antes mesmo de conhecer a pessoa? Ou quando tentamos satanizar alguma coisa só porque ela não é “gospel”? Fico bobo com nossa capacidade de julgar. Deus simplesmente faz de Nabucodonosor um instrumento de benção para o profeta. Isso porque a obediência nunca é esquecida por Deus. Da mesma forma que Ele esquece nosso pecado quando nos arrependemos, jamais se esquecerá da obediência dos seus filhos. Jeremias profetizou sem ser ouvido, muitas vezes sendo injustiçado, perseguido e até preso, mas não esquecido. Nabucodonosor foi a prova do cuidado de Deus. Logo das mãos de quem, daquele que todos julgavam malfeitor.

Precisamos ter cuidado para que a nossa visão não se limite aos nossos padrões mesquinhos e percamos o Nabucodonosor que Deus quer usar para curar nossas feridas. Arrisco dizer que o Nabucodonosor fere o moralismo cristão (arrisco sem medo de errar). Com certeza custará algo, para o profeta custou a aceitação do seu próprio povo. Mas a obediência nos faz esbarrar com o Nabucodonosor da vida.

Convido você a refletir, da mesma forma que eu fiz, na soberania e no amor de Deus. Tome cuidado! As vezes você está fugindo enquanto Deus está te dizendo: “Nabucodonosor.. só que sim!”

Que Deus nos abençoe!

Breno Azevedo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s