LIBERTAÇÃO

Publicado: 26/04/2014 por gabicelebracao15anos em Igreja, Jesus
Tags:

Bom dia Galera!

Certo dia, indo nós para o lugar de oração, encontramos uma escrava que tinha um espírito pelo qual predizia o futuro. Ela ganhava muito dinheiro para os seus senhores com adivinhações. Essa moça seguia a Paulo e a nós, gritando: “Estes homens são servos do Deus Altíssimo e lhes anunciam o caminho da salvação”. Ela continuou fazendo isso por muitos dias. Finalmente, Paulo ficou indignado, voltou-se e disse ao espírito: “Em nome de Jesus Cristo eu lhe ordeno que saia dela! ” No mesmo instante o espírito a deixou. Percebendo que a sua esperança de lucro tinha se acabado, os donos da escrava agarraram Paulo e Silas e os arrastaram para a praça principal, diante das autoridades. E, levando-os aos magistrados, disseram: “Estes homens são judeus e estão perturbando a nossa cidade, propagando costumes que a nós, romanos, não é permitido aceitar nem praticar”. A multidão ajuntou-se contra Paulo e Silas, e os magistrados ordenaram que se lhes tirassem as roupas e fossem açoitados. Depois de serem severamente açoitados, foram lançados na prisão. O carcereiro recebeu instrução para vigiá-los com cuidado. Tendo recebido tais ordens, ele os lançou no cárcere interior e lhes prendeu os pés no tronco. Por volta da meia-noite, Paulo e Silas estavam orando e cantando hinos a Deus; os outros presos os ouviam. De repente, houve um terremoto tão violento que os alicerces da prisão foram abalados. Imediatamente todas as portas se abriram, e as correntes de todos se soltaram. O carcereiro acordou e, vendo abertas as portas da prisão, desembainhou sua espada para se matar, porque pensava que os presos tivessem fugido. Mas Paulo gritou: “Não faça isso! Estamos todos aqui! “ O carcereiro pediu luz, entrou correndo e, trêmulo, prostrou-se diante de Paulo e Silas. Então levou-os para fora e perguntou: “Senhores, que devo fazer para ser salvo? “ Eles responderam: “Creia no Senhor Jesus, e serão salvos, você e os de sua casa”. Atos dos Apóstolos 16:16-31

paulo e silas

Paulo e Silas, o grande e querido apóstolo Paulo, como não dizer o homem modelo para nossas vidas.

Quando ele atendendo ao chamado de Deus que dizia: Passa a Macedônia e ajuda-nos.

Qual o crime que cometeram Paulo e Silas?  Estavam presos por amor a Jesus Cristo, por amor a obra de Deus. Porque faziam a vontade de Deus.

Hoje glória a Deus que não é crime e temos a liberdade de falar do amor de Deus, e existem muitos irmãos corajosos que fazem a obra de Deus nas cadeias e penitenciárias e amém, porque muitos estão se convertendo e se arrependendo de seus pecados. Naquela época, a pregação do evangelho, a expulsão de um demônio e especialmente de uma mulher possessa ocasionou a prisão dos dois.

Estavam eles presos sem nenhuma condição de defesa, não tinham nenhum advogado para defende-los, mas quero dizer-lhes que o advogado dos advogados, o defensor dos cristãos estava pertinho deles, lá dentro da cadeia.

advogado fiel

Por quê? Por que enquanto os demais presos, xingavam, murmuravam, O Espírito Santo de Deus, tocava nos seus servos.

Diz na palavra que perto da meia noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus e os demais escutavam. Deveria ser esquisito para os demais presos e certamente deveriam ter perguntando. Por que estão cantando? Estamos presos e em péssimas condições, sem saber quando iremos sair. Vocês cantam e oram, falando com seu Deus como se nada estivesse acontecendo!.

Amados, aí está a grande diferença do servo de Deus. Onde quer que ele esteja, tem que ser diferente. Tem que fazer a diferença.

Eles estavam presos em igual condição dos demais, porem espiritualmente, (completamente diferentes). Por quê? Por que certamente dentro do coração do apósto Paulo e Silas, ardia à chama do Deus vivo.

Talvez semelhantemente a JÓ, deveriam dizer: “EU SEI QUE MEU REDENTOR VIVE”. Bem sei que não estamos sozinhos, o nosso Deus esta conosco. Aquele que me encontrou na Estrada de Damasco mudou a minha vida, a quem fui um perseguidor. Mas ele salvou a minha alma. Vejam o reconhecimento do apóstolo Paulo.

Estou contigo!

O Senhor nos diz. “Eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos”.

Temos que ter a certeza de que onde estivermos o Senhor estará sempre conosco, porque o Salmo 23:4 diz. “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum porque tu estas comigo”. Não é maravilhoso saber que na hora da angústia, da dificuldade podemos contar com a presença de Deus, e estando conosco não devemos temer o que possa fazer o homem. O homem pode nos aprisionar, mas ele não pode aprisionar o Espírito de Deus.

Paulo e Silas estavam presos, mas os olhos e ouvidos de Deus estavam atentos para com eles em seus clamores e sofimentos.

Às vezes estamos em determinados lugares e é muito difícil orar diante de muito barulho, tumulto. Imaginem Paulo no meio daquela prisão com bandidos gritando, palavrões, mas creio que o louvor que eles estavam cantando eram tão maravilhosos, tão ungidos, que certamente aquietou aqueles homens.

Diz a palavra que os outros presos escutavam.

Digo a todos leitores que estão em lutas, cercados de perseguidores, zombadores.

Comece a louvar ao Senhor. Louve com o coração.

A bíblia não diz que Paulo tinha uma voz bonita afinada, mas a que ele tinha louvava e orava ao Senhor.

Talvez você esteja dentro de uma casa cercado de presos zombadores, ou quem sabe no seu trabalho ou irá encontrar-se com pessoas espiritualmente aprisionadas e seja necessário orar e louvar a Deus para que eles escutem e libertem-se espiritualmente.

libertação

Você como liberto, lavado e remido pelo sangue de Jesus, Hoje através do louvor, Deus poderá operar milagres na sua vida e naqueles que estiverem próximo. Por exemplo: Um parente, um vizinho, um colega de trabalho, o marido, a esposa e tantas outras pessoas.

Sabemos que ATRAVÉS DA ORAÇÂO, podemos vencer barreiras e derrubar muralhas.

A oração justa pode muito em seus efeitos. O louvor pode dar vitória. Deus habita nos louvores. Louve com a alma. Quando louvamos as muralhas caem e os obstáculos são vencidos e a vitória é alcançada. Por certo isto aconteceu com Paulo e Silas.

No versículo seguinte diz: De repente sobreveio tamanho terremoto que sacudiu os alicerces da prisão: Abriram-se todas as portas, soltaram-se as cadeias.

Que tal amados experimentar hoje a força do louvor e da oração?

Quem sabe você não tenha palavras para soltar o preso que tem perturbado e tirado a sua paz. Um prisioneiro de satanás, como o vício de um parente que escarnece o seu dia-a-dia na sua casa, no trabalho, na escola, na vizinha e os mesmos estejam precisando que você ore e derrube as cadeias.

Gabriela Barreto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s