Posts com Tag ‘#evangelho #vida #equilíbrio #Jesus’

Chorando com os que Choram

Publicado: 03/03/2015 por Rubem Cruz em Amor
Tags:

O pai do filho pródigo tinha ao menos dois grandes motivos para estar triste, o primeiro era a falta do filho pela maneira que ele vai embora, e o segundo é de ver a indiferença do filho que fica em casa tem em relação a seu irmão. Acho que às vezes o que Deus espera de nós é que fiquemos mais tristes, em muitas ocasiões os cristãos querem mostrar que são felizes, pois acham que isto ratifica a presença de Deus em suas vidas. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manha. Acho que nossas noites têm sido muito curtas, enquanto algumas pessoas têm noites longas em baixo de pontes e viadutos de nossas cidades, na verdade deveríamos ter muito mais noites de choro, mas não pelas nossas demandas egoístas não realizadas, mas sim por causa das dores que os nossos irmãos passam, e muitos deles sem conhecer ao nosso Deus. Pessoas sofrem ao nosso redor e ainda temos a coragem de dizer que somos pessoas felizes, alegres. O slogan de uma igreja “lugar de gente feliz” é uma afronta ao evangelho de cristo que escolhe o lugar onde há luto em detrimento de estar onde há banquete. Igreja é como hospital, lugar de gente doente, e eu não acredito que alguém tenha no hospital uma referencia de local onde existam pessoas muito alegres e contentes. Acho que melhor slogan para uma igreja cristã seria “lugar de gente que cansou de fingir felicidade e quer começar a ficar triste pelos motivos certos”, pois estar feliz pelos motivos errados não é estar feliz, é ser sínico, indiferente à dor dos outros e isso não tem nada a ver com o evangelho de Jesus. Ou poderia ser “lugar de gente que só será completamente feliz quando não houver mais nenhum filho de Deus sofrendo”, pois como alguém pode estar feliz com um irmão perdido? Como um pastor dorme bem uma noite de sono, sabendo que existem ovelhas perdidas?

crianc3a7as-chorando2

Até entendo um cristão estar triste por uma dor que esteja passando temporariamente, mas que este momento seja a exceção, pois o que nos faz ser cristãos é sermos seguidores de cristo, e Ele sempre nos ensinou a sofrer a dor do outro, socorrer ao outro, isso nos dá o privilegio de sermos seus seguidores. Jesus chorou, mas nós, nós queremos é sorrir. Interessante, na bíblia não temos nenhuma passagem dizendo, Jesus estava muito alegre, ou Jesus estava muito feliz. Mas temos Jesus chorou, e chorou por compaixão, notem que Jesus iria ressuscitar a lazaro, logo poderia estar tranquilo, mas não, ele chora em respeito à dor daqueles que choravam a perda de um amigo, um choro solidário. Ele estava sofrendo a dor dos outros. Antes de ir para a cruz Jesus disse: A minha alma está cheia de tristeza até a morte. Ele estava triste, mas uma tristeza motivada pela dor do pecado de todo ser humano, Jesus chorou, Ele ficou triste até a sua morte. Tudo isso me indica que quando alguém se torna um seguidor de cristo não significa que ele irá parar de sofrer, mas sim que aprenderá a sofrer pelos motivos certos.

Jesus_Chorou_no_Gets_mani

Ouçam o que Davi vai nos contar em Salmos 35:11-13 Falsas testemunhas se levantaram; depuseram contra mim coisas que eu não sabia. Tornaram-me o mal pelo bem, roubando a minha alma. Mas, quanto a mim, quando estavam enfermos, as minhas vestes eram o saco;·. Se vestir de saco neste caso de Davi era exatamente para mostrar que a dor daquelas pessoas fazia com que ele não tivesse a coragem de se mostrar contente, ou feliz. Tomado por um sentimento de tristeza solidaria a dor daquelas pessoas que sofriam, Davi se veste de pano de saco. Uma igreja que não sofre as dores de um mundo que padece por não conhecer a Deus é uma igreja que não conhece seu próprio Senhor, encarnado na pessoa de Jesus cristo.

Edson Cravinho

Anúncios

CANSADO…

Publicado: 26/05/2014 por Rubem Cruz em Vida Devocional
Tags:

Tudo certo galerinha bonita?

Saudade de escrever no blog, durante esses dias tenho pensado um pouco na minha vida, meu casamento, amizades, trabalho, ministérios, Igreja de Cristo na Terra, pensando em tudo isso e muitas horas me perdendo em meus pensamentos, fiquei pensando que muitas vezes o tempo se tornou nosso pior inimigo, pensando que quantas coisas deixei de fazer, de falar, quantas pessoas deixei de abraçar e percebi que estou cansado…

Cansado de ver as pessoas dando mais valor para as coisas do que para as pessoas, cansado de ver tanta corrupção, cansado de tantos impostos, cansado de ver a educação e saúde serem deixadas sempre para ultimo lugar, cansado de ver o que fizemos com a cultura, cansado de ver que a reduzimos a musicas fúteis, programas idiotas e mulheres vulgares, cansado de tanta desigualdade, cansado de ver tanta indiferença, cansado de tanta violência, cansado dessa sociedade mesquinha aonde quem é mais importante é quem se veste melhor, quem tem mais dinheiro, cansado de achar que não tem mais jeito para o Brasil.

Cansado de ver o que as pessoas tem feito do evangelho de Jesus, cansado de ver pessoas que reduziram o Reino de Deus a benção, milagre e prosperidade, cansado de ver os pequeninos sendo deixados de lado e aqueles que têm nome serem colocados nas primeiras fileiras, cansado de falarmos de amor, mas fazermos acepção de pessoas, cansado de falarmos que somos a Igreja de Cristo, mas não amarmos uns aos outros, cansado de ver tantas famílias destruídas por escolhas egoístas de pessoas que só estão preocupadas com elas mesmas, cansado de ver que colocamos Deus dentro de uma gaiola.

blog

Cansado de criticar a sociedade, a Igreja e não fazer nada para muda-las, cansado de ver pessoas que sempre reclamam das mesmas coisas, mas nunca fazem nada para mudar a situação.

Cansado, muito cansado.

Cansado de não ter tempo, cansado de marcar compromissos e desmarcar, cansado de fazer promessas e não cumprir, cansado de nunca conseguir fazer aquilo que planejei fazer, cansado de não ter tempo para os meus amigos, cansado de não ter tempo para minha família, cansado de passar tanto tempo com meu celular e meu computador e passar pouco tempo com quem amo, cansado de não ter tempo para abraçar quem amo, cansado de não ter tempo para amar.

E às vezes só às vezes cansado de a cada dia ser mais difícil ser humano.

Deus abençoe galerinha!

Rubem Cruz

 

Equilibrando

Publicado: 19/02/2013 por Rubem Cruz em Vida Devocional
Tags:

Olá amigos,

É muito bom está aqui com vocês! Primeiramente, gostaria de agradecer ao Rubinho pela oportunidade que me foi dada de está escrevendo aqui pra vocês. Não sou um expert em escrever textos lindos e com palavras difíceis. O que eu gosto de fazer é compartilhar o que tenho aprendido no meu dia a dia com as pessoas, com a vida e com Deus, principalmente. Espero que vocês gostem…

Nos últimos meses, depois de muitas coisas que eu vivi – boas e ruins – e vi os outros vivendo, uma palavra permeou a minha mente me fazendo pensar muito na minha forma de viver, de olhar a vida e o Evangelho de Jesus. Conversei isso com vários amigos, o que eu dizia sempre era o seguinte: “Já vi tantas pessoas andando a 200km/h e acabavam metendo a cara na parede. Por isso hoje tento viver o equilíbrio.” Essa é a palavra: Equilíbrio.
Teve um tempo em que eu vivi pensando em ser radical, minha empolgação do momento era essa. Mas o que é ser radical afinal? Fui buscar ver no dicionário, olha o que significa.

Radical
adj.
Relativo à raiz.
Essencial, fundamental: defeitos radicais.
Partidário do radicalismo

correria

Radical tem a ver com raiz, que tem a ver com base. A visão que nós temos hoje é que ser radical é ser extremista, ‘louco por Jesus’, mas não vejo isso como saudável. Então você me pergunta, que base bíblica você tem pra isso? Tenho várias, vou te mostrar uma:

““Não sejas demasiadamente justo, nem demasiadamente sábio; por que te destruirias a ti mesmo?” (Eclesiastes 7. 16)

Radicalismo não tem nada a ver com intensidade, não adianta você ir a mil por hora deixando pra trás as coisas mais importantes. Cheguei a uma conclusão muito triste sobre nós cristãos: não sabemos desenvolver a maturidade. Um exemplo? Me cansei de ver irmãos novos na fé se envolvendo em várias coisas na igreja e isso, até certo ponto, é muito bom, mas tudo tem um limite. Uma pessoa que se converte a dois meses não tem preparo ainda pra assumir uma liderança de célula, nem um ministério de louvor, intercessão, etc. Sinceramente, precisamos despertar para o que Deus tem tentado a tanto tempo dizer: “Ide portanto e fazei discípulos…” (Mateus 28. 19a). O discipulado é uma arma fundamental, se não a melhor, para se desenvolver uma fé saudável e madura. A começar em mim, que as pessoas vejam em nós a alegria de viver Jesus e não uma vida pesarosa, cheia de regras banais e vazia de amor.
Minha oração nesses últimos dias é que eu não me importe com a velocidade do barc, mas que em primeiro lugar, a direção dele esteja certa e o piloto seja Jesus, não eu.

Que Deus nos abençoe!

Breno Azevedo